Ads 468x60px

domingo, 19 de agosto de 2012

Entrevista: Cris Braun

Cris Braun e seu fabuloso momento

Diogo Braz

Ela lançou dois discos com uma cultuada banda de Rock, três discos solo de MPB e hoje, aos 50 anos, encontra-se em seu momento mais seguro, fruto da experiência adquirida com as primaveras e principalmente com sua lida artística. Não há pressa nem pressão, a cantora e compositora Cris Braun já conhece os caminhos e se diverte experimentando com sua própria produção. Tudo pelo simples prazer de fazer música. 
Seu disco novo está na praça há alguns meses e vem recebendo justas resenhas elogiosas nos quatro cantos do Brasil. Sem fugir dos trocadilhos, o Blog do Espaço Cultural Linda Mascarenhas falou com a autora de Fábula, para saber o que o público pode esperar do seu show do dia 31 de agosto.  
Em entrevista, Cris fala sobre sua carreira, cena musical e principalmente sobre o novo trabalho. Vale a pena conferir a entrevista e o show! 



Você é gaúcha, morou um bom tempo no Rio e hoje fixou residência em Maceió. Como você acha que isso influencia a sua música? Como Maceió te afeta artisticamente?
Tudo me afeta artisticamente. Viver numa paisagem extraordinariamente linda como esta, vivenciar e compartilhar a solitária batalha que é criar espaços, fazer “arte”, e solidificar a cena local, com os poucos recursos que temos. O convívio com os músicos sempre me engrandece e afeta.

Na década de 1980 você fez parte da banda cult Sex Beatles, que teve uma boa repercussão no cenário nacional, tendo circulado inclusive no chamado mainstream. O que você acha que mudou no cenário musical em relação ao cenário dos anos 80?
Pois é, na verdade, o Sex Beatles estão mais para início dos anos 90, mas nossa turma era o mainstream da geração rock BR dos anos 80.
Eu acho que nossa brasilidade foi resgatada, nosso “borogodó”. Eu não sentia essa brasilidade rítmica no Rock BR anos 80. Mas o que mudou tudo neste mundo foi a Internet, né? A gente tem acesso a tanta diversidade, hoje.

Fábula, seu terceiro disco, foi lançado no início deste ano, mas será apresentado pela primeira vez nos palcos no show do dia 31 de agosto, no Linda Mascarenhas. Por que você demorou esse tempo para apresentá-lo ao vivo?
Porque eu sou assim, lentinha (Risos). Montar uma banda, pensar conceitos, montar um show, demora. Todo mundo tem muitos afazeres paralelos e não pode dedicar full time para isto. E eu tinha dúvidas quanto à formação. E como sou chata pra caramba, na dúvida eu não me movo. Preciso ter clareza, certeza para seguir.



Neste show você está acompanhada por um time de músicos que faz justiça ao cognome "Os Fabulosos". Já se sabe que vocês vão mostrar o disco com uma sonoridade um pouco diferente do registro fonográfico. Por que essa escolha? É porque você não gosta de se repetir?
Então... esta foi uma das decisões: Tocar tudo ao vivo. Deixar rolar o som da banda e não somente fazer uma leitura do já feito ali no disco. Tenho tido vontade de ser banda, então não me obriguei a reproduzir roboticamente o disco. Ele está presente, o disco, com a personalidade dos Fabulosos.

O show será uma espécie de celebração da sua carreira, concorda? Será exibido o documentário Memorabília - Sex Beatles, haverá a exposição Mínima orquestra (referência ao seu projeto musical com o guitarrista Toni Augusto, pelo menos no nome) e o show de seu trabalho mais recente. Diante desse retrospecto e da ansiedade da estreia de um novo trabalho, como você enxerga o seu momento atual, a sua carreira? Onde e como vai Cris Braun?
Estou comemorando 50 anos de vida, feitos esse ano. É onde estou. Nunca estive tão perto da resposta ao meu trabalho. E isso é muito bacana. Sempre fui intermediada por departamentos de marketing ou vendas de gravadoras, e isso é um buraco sem fundo. Agora não, sou eu e eu. E isso tem me dado muito retorno.



Mesmo fazendo MPB, você tem uma veia roqueira evidente. Sua música tem timbres atuais e principalmente aquela certa dose de atitude transgressora do Rock. Você acha que isso atrapalha ou facilita a formação do seu público?
BOA!! Olha, eu acho que eu atrapalho a formação de meu público desde sempre. (Risos) ! Sou um camaleão, difícil enquadrar, fazer o que!?!

Como você enxerga o cenário musical de Maceió?
Crescendo e aparecendo, se consolidando, formando a cena. Essa geração de vocês tá mandando ver, tem personalidade, referências diversas. Estão criando o novo e saudável hábito de ser autoral, original e não só covers, cópias.

O que esperar de Cris Braun neste show do dia 31 de agosto e num breve futuro?
Você falou de transgressão, e certa veia roqueira? Acho que juntei os pontos, a boa moça e o moleque. Tudo junto. O show tá mesmo muito massa, como eu brinquei no release. Lúdico, dramático e fabuloso !! Futuro??? hummmm




SERVIÇO
Show - Cris Braun e os Fabulosos apresentam Fábula
Espaço Cultural Linda Mascarenhas (Fernandes Lima, 1047, Farol)
31 de agosto, sexta-feira, a partir das 20 hs.
Qto: 20,00 e 10,00 meia
Informações: 91050401
No site da cantora há informações, links para download de seus discos solo e muito mais. Confira AQUI 



1 comentários:

Postar um comentário